Ainda tenho mais pena de você do que de mim…

     Ontem eu passei por cada foto de nós dois que eu tinha salvo no computador antes de mandar todas para lixeira; li cada mensagem que você me mandou, antes de deletar todas elas e pensar sobre como você nunca mais me mandaria algo do tipo novamente para me fazer suspirar. Era de novo a realidade acabando com a brincadeira. Depois foi a vez das cartas, eu li uma por uma e guardei em uma caixinha, pus a caixa em um lugar escondida de mim mesma no alto do armário, e aproveitei para guardar nesse mesmo canto escuro e esquecido o meu coração.

     Olhei meu vestido novo tão lindo comprado para aquele evento social que iriamos juntos e pensei no quanto ele era feio agora que eu nunca o colocaria para você. Olhei meus sapatos novos e pensei em como seria triste coloca-los sem nem saber ao certo para onde ir. Olhei minha cara no espelho e tive pena do tanto de lagrimas que aquele rosto ainda ia derramar lembrando de quando você disse que me queria sempre por perto.

      Ao me encontrar assim percebo: fidelidade não é uma escolha ou sacrifício, ela é uma verdade. Por mais que eu tente seguir a diante, a cada outra pessoa que vejo só comparo a você. A gente não se fala mais direito, eu nem sei em que pagina sua vida está, nem por onde você anda, e até quando meu impulso é andar pra frente eu me vejo presa novamente.

     Eu tenho todos os motivos do mundo para parar de pensar em você, mas em todos os lugares você vai comigo. Vejo você me olhar triste quando eu olho para o celular pela milésima vez a espera de uma mensagem sua, você sente orgulho de mim quando eu solto uma gargalhada e você vira o rosto se algum homem vem falar comigo. Você prefere não me ver, mas eu vejo você o tempo todo.

     Eu tento seguir a diante, mas não é minha culpa se minha caminhada em linha reta vira um circulo infinito que sempre me trás de volta a você, minha maquiagem é uma tentativa de disfarce, meu silêncio é mais alto que um grito, minha beleza é puro esforço. E todo dia eu só torço. Torço para te ver de novo, torço para que você volte pra mim, e, quando caio na realidade: torço para que o dia termine logo, para que esses anos de te ter por perto passem rápido para eu nunca mais te ver com outra.

     E enquanto eu penso em te esquecer, vejo você sumir a cada dia um pouquinho mais que ontem, chorando aqui ao escrever esse texto enquanto você está bêbado na balada só posso dizer uma coisa: “ainda tenho mais pena de você do que de mim”.

                                                                     M.

Anúncios

4 comentários sobre “Ainda tenho mais pena de você do que de mim…

  1. Nossa, adorei o texto. A maior parte dele descreve o que eu estou vivendo no momento. Eu quase chorei, sério. Você escreve muito bem. Parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s